Home / A Semana / Travesti é presa por morte de traficante, após briga em bar, em Goiânia

Travesti é presa por morte de traficante, após briga em bar, em Goiânia

Vítima teria se recusado a vender drogas e a manter relações sexuais com ela

 

Foto: Michele Brasil, de 26 anos

 

A travesti Michele Brasil, de 26 anos, suspeita de matar um traficante de drogas no Bairro São Francisco, em Goiânia, na última sexta-feira (21), foi presa pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH). De acordo com as investigações, o crime foi cometido porque o homem não tinha drogas para vender no momento e também se recusou a manter relações sexuais com ela.

A vítima era um traficante de pequeno porte e ainda não foi identificado porque não portava nenhum documento. Testemunhas afirmaram que ele era do Maranhão.

Segundo a polícia, ele estava acompanhado por algumas prostitutas na mesa do bar. Insatisfeita com a negativa, Michele ofereceu R$ 50 para fazer sexo oral na vítima. Os dois se desentenderam e, instantes depois, a travesti voltou ao local armada com uma faca e o golpeou duas vezes nas costas e uma na cabeça.

Após o crime, Michele fugiu para Trindade, onde ficou escondida por dois dias, mas acabou detida em Goiânia. “Ela estava em um sobrado utilizado para moradia de travestis. A avistamos na sacada e, ao ser presa, acabou confessando o crime”, explicou o delegado Thiago Martimiano.

Michele já havia sido presa durante a Operação Divas, deflagrada no ano passado, que investigava homicídios e exploração da prostituição na região do Terminal Padre Pelágio. Ela responde por homicídio e organização criminosa e estava em liberdade provisória desde janeiro deste ano. Agora, será indiciada por homicídio qualificado.

Durante as buscas por Michele, a Polícia Civil também prendeu Kellyta Maya, pelo homicídio de outro travesti – conhecido como Agatha -, em julho de 2016. Para o delegado Thiago Martimiano, o crime foi cometido pela disputa do controle de prostituição na região. Segundo ele, Michele também pode ter participado deste crime.

Sobre Angela Moureira

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

Planejamento garante segurança preventiva e ostensiva durante Pecuária

Integram as ações homens do Bope, Batalhão de Eventos e Rotam.“É um ...